Ao vivo Rádio Atual FM
19.1 C
Concórdia

Acusado pela morte de Adriana Chiapetti em Linha Vitória é indiciado por homicídio qualificado

A Polícia Civil de Concórdia, através da Divisão de Investigação Criminal de Fronteira (DIC/Fron), concluiu Inquérito Policial instaurado para investigar o crime de homicídio qualificado – feminicídio -, ocorrido no dia 31/01/2018, praticado em face da vítima Adriana Chiapetti.

atualfmDurante a investigação, a Polícia Judiciária conseguiu obter indícios acerca da autoria do bárbaro crime e representou pela prisão temporária do investigado A. A. M. M. (19 anos), o que foi deferido pelo Juízo Criminal desta Comarca, sendo que ele acabou sendo preso ainda no mesmo dia 31/01/2018, em Quilombo/SC.

No transcorrer do Inquérito Policial, foi possível descaracterizar a versão apresentada pelo investigado, ex-namorado do ofendida, e demonstrar sua participação no assassinato.

Importante destacar que a vítima e o investigado mantiveram um relacionamento amoroso por aproximadamente sete meses, sendo que o namoro foi marcado por ameaçadas e agressões físicas de A. A. M. M. contra a vítima.

 Apurou-se que o investigado não aceitou o fim do relacionamento (a vítima havia terminado o namoro dias antes do crime) e, por isso, acabou assassinando a ofendida.

  1. A. M. M. foi indiciado pela prática, em tese, do crime de homicídio triplamente qualificado, previsto no artigo 121, § 2º, incisos I (motivo torpe), IV (recurso que dificultou a defesa da vítima) e VI (feminicídio), do Código Penal.

 Considerando que o investigado encontra-se preso temporariamente, o Delegado de Polícia coordenador da DIC/Fron representou pela conversão da prisão temporária de M. M. A. A. em prisão preventiva.

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta