Ao vivo Rádio Atual FM
17.9 C
Concórdia

Anita Garibaldi permanece interditada e rachaduras aumentam com risco deslizamentos de barranco

Concórdia – A Prefeitura de Concórdia mantém a interdição da Rua Anita Garibaldi, acima da Caixa Econômica Federal, sentido ao bairro Vista Alegre, depois da abertura de uma fenda na parte mais alta do morro e o risco de deslizamento no local.

A medida foi tomada durante o final de semana após o período de chuva intensa e a possibilidade de um grande deslizamento de terra.

Nessa semana, um geólogo esteve realizando alguns levantamentos no local. Segundo a Defesa Civil Municipal, o solo continua se movimentando e não se descarta a possibilidade de um deslizamento da área isolada.

Uma rachadura de aproximadamente 35 metros foi registrada. Atualmente, em alguns pontos são registradas aberturas de até 25 centímetros. Ou seja, o solo ainda está se movimentando deixando o local com riscos para deslizamentos. A preocupação é com a previsão de chuva mais intensa para essa semana, sobretudo nessa quarta e quinta-feira, dia 22 e 23.

Miro Toldo, da Defesa Civil Municipal ressalta que nas últimas horas a Prefeitura de Concórdia fez a retirada de algumas árvores do local. A ideia é reduzir o peso do barranco para tentar evitar o deslocamento do bloco de terra. Novas intervenções não são descartadas no local. O geólogo irá continuar acompanhando diariamente a área.

A interdição é total na Rua Anita Garibaldi.

Ainda está com interdição total a Rua Padres Franciscanos que dá acesso ao Santuário Nossa Senhora da Salete. Houve um deslizamento de terra no local e os trabalhos devem ser realizados para remoção da terra nas próximas horas.

Na Rua Senador Atílio Fontana, onde houve um deslizamento de terra o geólogo estará analisando o local ainda nessa terça-feira, dia 21. A ideia é verificar os riscos no local, já que uma das pistas sentido ao bairro Santa Cruz está interditada. O fluxo segue normal, mas os motoristas precisam redobrar os cuidados.

Já na Rua Tancredo Neves, onde um grande deslizamento de terra derrubou duas estruturas, de uma gráfica e de uma revenda de carros, a Prefeitura de Concórdia autorizou a remoção da terra sobre a calçada. A retirada de toda a terra que deslizou ainda depende de novas análises do local, já que a preocupação também está relacionada com as pedras que podem atingir empresas ou a via pública.

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta