Ao vivo Rádio Atual FM
16.2 C
Concórdia

Câmara terá comissão para analisar planilhas de custo do transporte público municipal

Concórdia – A Câmara de Vereadores de Concórdia aprovou por unanimidade em sessão nessa semana a criação de uma Comissão Especial para acompanhar as planilhas do transporte público municipal do Município.

O encaminhamento foi dado pelo vereador Vilmar Comassetto.

Com o encaminhamento, os vereadores poderão acompanhar as planilhas de custo do transporte público municipal para analisar o serviço prestado à população de Concórdia.

A polêmica surgiu depois que a Prefeitura de Concórdia encaminhou um projeto ao Legislativo para subsidiar parte da tarifa do transporte público repassando R$ 2 milhões à empresa Hodierna, responsável pela concessão do serviço.

Para o vereador Comassetto, “o debate, a discussão e a fiscalização do serviço de transporte coletivo de passageiros durante a execução do contrato é papel fundamental dos vereadores, considerando a importância desse serviço para a mobilidade urbana e necessidade de se garantir o atendimento de qualidade, com preços de tarifa acessível à população”.

Conforme previsto no contrato, o preço da tarifa do transporte coletivo é calculado com base no número de usuários do serviço e os custos de operação do sistema, apresentado através de planilhas de cálculo.

A comissão também deverá discutir e apontar alternativas de boas práticas e estrutura necessária para a operação do transporte público urbano e rural, servindo de canal e mesa para um amplo debate e discussão.

Os próximos passos serão a divulgação de Portaria de Criação da Comissão e indicação dos cinco membros, que serão indicados pelas respectivas bancadas de cada partido com representante na Câmara de Vereadores. Inicialmente o prazo de duração será de 180 dias, podendo ser prorrogado caso necessário.

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta