Ao vivo Rádio Atual FM
10.8 C
Concórdia

Concordiense continua preso e receberia R$ 100 mil para transportar maconha

Mato Grosso do Sul – O motorista de Concórdia preso com 26 toneladas de maconha esta semana em uma carreta pela Polícia Rodoviária Federal disse que receberia R$ 100 mil para fazer o serviço e entregar a carga no Rio Grande do Sul. Ele está preso e vai continuar na cadeia na região de Naviraí, no Mato Grosso do Sul.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou a maior apreensão de maconha de 2024 no Brasil, nessa semana, interceptando mais de 26 toneladas da droga em um caminhão na MS-295, estrada que conecta Iguatemi (MS) a Eldorado (MS).

O suposto carregamento foi feito na segunda-feira, dia 27, na região de Ponta Porã.

O motorista de Concórdia, afirmou à polícia que foi contratado para transportar a droga escondida em uma carga de milho de Aral Moreira (MS) para Lajeado (RS). Ele alegou desconhecer a presença das armas entre os tabletes de maconha.

Durante a operação, duas pessoas foram presas: um homem de 50 anos e uma mulher de 46 anos. Segundo a PRF, além de ser a maior apreensão do ano, este caso também se destaca entre as dez maiores apreensões da história da corporação.

Dentro do caminhão, além da maconha, os agentes encontraram duas pistolas com kit rajada, um revólver calibre .357, oito pentes de pistola e várias caixas de munição.

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta