Ao vivo Rádio Atual FM
11 C
Concórdia

Ex-prefeito de Paial é condenado por improbidade administrativa e tem diretos políticos suspensos

Paial – O ex-prefeito de Paial, Adelmo Braatz, foi condenado pela Justiça de Itá. Adelmo, que comandou o Executivo de 2005 a 2008, foi denunciado pelo Ministério Público por ato de improbidade administrativa. Em outubro de 2007 o então prefeito nomeou Valmir Batista para o cargo de contador.
Em seguida, contratou a empresa Exata Gestão Governamental, da qual Valmir era sócio, para prestar serviços técnicos profissionais nas áreas administrativa, financeira, contábil e patrimonial.  O ex-prefeito alegou que não houve dolo ao município com a contratação e que a dispensa de licitação se deu em função de o valor contratado ser inferior a R$ 8 mil.
A prática, no entanto, é vedada pela legislação.
A juíza Andrea Regina Calicchio condenou Adelmo Braatz ao pagamento de multa no valor de duas vezes de uma remuneração recebida pelo ex-prefeito à época. Além disso, Braatz, que atualmente atua no governo municipal de Paial, teve suspensos os direitos político por três anos.
Valmir Batista pagará multa no valor de R$ 5.722,64, além de estar impedido de contratar com o poder público por três anos. A Exata também está proibida de contratar com o poder público por três anos, além de pagar multa de R$ 5 mil. A Justiça, no entanto, negou o pedido de indisponibilidade dos bens do ex-prefeito. Da decisão cabe recurso. (Belos FM)

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta