Ao vivo Rádio Atual FM
9.8 C
Concórdia

Exclusivo: sai a primeira condenação da Operação Rota Contestado II

Concórdia – A Justiça da Comarca de Concórdia proferiu as primeiras sentenças relacionadas à operação Rota Contestada II, onde 19 pessoas foram presas pelo Gaeco em um trabalho contra o tráfico de drogas. O primeiro grupo de quatro pessoas a ser condenado é dos mototaxistas, que utilizavam uma espécie de tele entrega de drogas. A equipe de reportagem da Atual FM teve acesso aos detalhes da condenação.
No processo, foram condenados Alcedir da Costa Pereira, que foi apontado como o gerente do esquema. Ele terá que cumprir 8 anos e 6 meses de cadeia. Luiz Carlos Lacerda Pereira também terá que cumprir 8 anos e 6 meses, além de Valdir Climaco Varela Junior, que foi condenado a 8 anos. Um quarto suspeito que chegou a ser preso foi absolvido por falta de provas. Os três sentenciados terão que cumprir a pena no regime inicial fechado e tiveram negado o direito de recorrer em liberdade da decisão.
De acordo com a denúncia do Ministério Público, os quatro estiveram associados com o objetivo de comercializar drogas, principalmente crack e cocaína. Na condição de mototaxistas, os denunciados comercializavam os entorpecentes, realizando as entregas com as motocicletas de suas propriedades, transparecendo tratar-se de “corridas” aparentemente relacionadas à rotina de suas atividades de motoboy.
::: Denúncia contra mototaxistas é aceita pela Justiça
::: Mototaxistas mantinham tele-entrega de drogas em Concórdia
::: Megaoperação prende os maiores traficantes de Concórdia

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta