Ao vivo Rádio Atual FM
7.4 C
Concórdia

Justiça aceita denúncia e decreta prisão preventiva de acusado de matar ex-companheira no interior de Concórdia

Concórdia – A juíza Thays Backes Arruda da Comarca de Concórdia recebeu a denúncia feita pelo Ministério Público e decretou a prisão preventiva do rapaz de 19 anos acusado de assassinar a ex-companheira em Linha Vitória. O crime ocorreu no final de janeiro quando Adriana Chiapetti foi executada na casa onde residia com a filha menor de idade.
O corpo foi localizado somente no dia seguinte por familiares que acionaram a Polícia Militar. A Polícia Civil em um trabalho rápido de investigação prendeu o suspeito no mesmo dia em Quilombo. Ele retornava de Foz do Iguaçu/PR após ter ido até o Paraguai. A suspeita é de que ele cometeu o crime na madrugada e se deslocou ao Paraguai.
De acordo com as informações dos autos a juíza entendeu existirem provas suficientes do crime e indícios de autoria do assassinato cruel. O Ministério Público também está aguardando os desdobramentos do processo que deve ter a apresentação da defesa do réu para depois marcar a data da primeira audiência.
O suspeito continua recolhido no Presídio Regional de Concórdia. A Polícia Civil apontou que o suspeito não concordava com o fim do relacionamento com a Adriana Chiapetti e, por isso, cometeu o assassinato.
atualfm Atual 3

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta