Ao vivo Rádio Atual FM
14.7 C
Concórdia

Levantamento revela que postos de combustíveis de Concórdia aplicam os preços mais altos da gasolina de SC

Concórdia – Encher o tanque voltou a ficar mais caro em Santa Catarina. O preço médio do litro da gasolina comercializada no Estado passou de R$ 4,091, na última semana de agosto, para R$ 4,148 no começo de setembro. O acréscimo de R$ 0,05 na semana passada representa um reajuste de 1,39%, o maior desde o levantamento de 27 de maio a 2 de junho, quando a gasolina subiu 3,36% em SC e chegou a R$ 4,308.
No país, o valor médio da gasolina vendido nos postos subiu em 25 Estados brasileiros e no Distrito Federal na semana passada. Na média nacional, os preços avançaram 1,78% entre as semanas, de R$ 4,446 para R$ 4,525. Os dados são do último levantamento da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), divulgado nesta segunda-feira.
O sindicatos da categoria afirmam que o aumento do combustível está relacionado à alta do dólar e do preço de barril do petróleo. Desde julho do ano passado, a estratégia adotada pela Petrobras foi a de corrigir diariamente o preço da gasolina nas refinarias com base no valor de mercado do petróleo internacional:
— O cenário político das eleições está afetando o valor do mercado do dólar e a cotação do combustível está relacionada à variação do dólar, então a tendência é o combustível continuar subindo junto com dólar — explica o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Minerais da Grande Florianópolis (Sindópolis), Lurran Nascimento de Souza, que acredita que o aumento das bombas deve continuar até as eleições.
Em Santa Catarina, desde 26 de maio, com a greve dos caminhoneiros, o preço da gasolina chegou a R$ 4 e não saiu mais deste patamar. Na primeira semana de setembro, os maiores aumentos do preço da gasolina, em relação à semana anterior, foram registrados em Itajaí, que saiu de R$ R$ 3,820 para R$ 3,961, um acréscimo de 3,69%; e Blumenau, com 2,29%, chegando a R$ 4,150. Na contramão, dois municípios tiveram queda: Mafra (-0,59%) e Videira (-0,14%).
Em Florianópolis, o preço médio da gasolina, em uma semana, passou de R$ 4,165 para R$ 4,228, um aumento de R$ 1,51%. Os preços médios mais altos do combustível foram encontrados em Concórdia (R$ 4,575), Caçador (R$ 4,416) e Xanxerê (R$ 4,363). Já os mais baixos em Itajaí (R$ 3,961), Jaraguá do Sul (R$ 4,041) e Joinville (R$ 4,043).
(Diário Catarinense)

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta