Ao vivo Rádio Atual FM
13.8 C
Concórdia

Polícia realiza operação contra suspeitos por golpes em proprietários de caminhões e máquinas agrícolas

Água Doce – A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Água Doce, desencadeou Operação Policial, nas cidades de Chapecó, Carazinho e Santa Rosa, destinada a cumprir mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão, contra suspeitos de integrar organização criminosa especializada em aplicar golpes contra proprietários de caminhões e máquinas agrícolas que anunciavam os bens à venda pela internet.

Segundo as investigações, após falso comprovante de pagamento, a vítima entregava o bem aos golpistas, que já o destinavam para outro suspeito, responsável pela receptação e venda. Um detento do sistema carcerário do Rio Grande do Sul figura entre os suspeitos.

Na primeira fase da investigação, deflagrada no mês de agosto de 2023, dois homens foram presos na cidade de Carazinho, suspeitos de se apossar do caminhão de uma vítima moradora de Água Doce, após ser aplicado o mesmo golpe contra ela. Depois de meses de intenso trabalho, a DPMu de Água Doce apontou elementos dando conta da autuação de um grupo organizado, especializado nesse tipo de crime, com tarefas distintas para cada integrante.

Com base nas provas colhidas, a Autoridade Policial representou pela decretação da prisão preventiva de 03 suspeitos de integrar a referida organização criminosa, além de mandados de busca e apreensão domiciliar. Após manifestação favorável do Ministério Público, o Juízo Criminal de Joaçaba deferiu os pedidos, sendo os mandados cumpridos na manhã de ontem, nas cidades de Chapecó, Carazinho e Santa Rosa.

Em Chapecó, um dos suspeitos ainda foi preso em flagrante por posse irregular de munição. A Operação Policial contou com o apoio da Polícia Civil de Chapecó/SC, bem como das Delegacias de Repressão às Ações Criminosas Organizadas–DRACO de Carazinho/RS e Santa Rosa/RS.

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta