Ao vivo Rádio Atual FM
11.3 C
Concórdia

Presidente da AMA registra B.O e alega ter sido agredida por morador na sede da entidade de proteção aos animais

Concórdia – A presidente da Associação Palmira Gobi de proteção aos Animais (AMA), registrou um Boletim de Ocorrência depois de se envolver em um desentendimento com vizinhos na sede da entidade na Rua Segundo Dalla Costa. Aiuara Sette Ramos disse à reportagem da Atual FM que precisou chamar a Polícia Militar no final da tarde deste sábado, dia 19, após um morador derrubar parcialmente um muro na divisa do terreno onde animais recolhidos da rua estão abrigados.

Muro foi parcialmente derrubado na divisa com o terreno onde os animais estão abrigados.
Muro foi parcialmente derrubado na divisa com o terreno onde os animais estão abrigados.
Aiuara afirma que também foi agredida verbalmente e fisicamente e pretende registrar um novo Boletim de Ocorrência na Delegacia da Mulher, Criança e Adolescente e Idosos. A presidente da AMA lamenta a atitude do morador que acabou danificando o muro do terreno onde os animais estão abrigados. Ela explica que a casa é alugada de uma tia idosa e mensalmente é repassado R$ 500,00.
Apesar da situação, Aiuara também esclareceu que entende a reclamação dos moradores referente ao barulho no local, mas explica que a Prefeitura de Concórdia não toma nenhuma medida para resolver definitivamente o problema dos animais abandonados. Esclarece ainda que há anos as protetoras de animais estão buscando apoio do Executivo, porém não conseguem viabilizar um terreno com estrutura mínima para abrigar os cães e gatos que serão adotados.
Durante o desentendimento, alguns moradores da Rua Segundo Dalla Costa, alegaram que a Prefeitura de Concórdia teria oferecido um terreno à AMA. Aiuara afirma que não houve nenhum encaminhamento nesse sentido e os animais estão no imóvel alugado pela entidade em função de não ter outro local adequado para abriga-los.
Nesse momento, estão no local 30 cães e seis gatos, segundo a presidente da AMA. Aiuara reitera que entende a indignação dos moradores, porém lembra que foi o único local encontrado para retirar os animais da rua e que estavam passando dificuldades após o abandono do tutor.

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta