Ao vivo Rádio Atual FM
15.8 C
Concórdia

Réu que matou homem asfixiado e escondeu o corpo em Galvão é condenado

Galvão – Um réu que matou um homem asfixiado e escondeu o corpo foi condenado a 13 anos de reclusão em regime inicial fechado. O crime ocorreu em outubro de 2022 no município de Galvão, no Oeste do estado, e contou com a participação de uma adolescente. O corpo da vítima jamais foi encontrado.

O Conselho de Sentença da Comarca de São Domingos acolheu a tese do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e condenou o réu por homicídio qualificado (motivo fútil e emprego de asfixia) e por ocultação de cadáver. A Promotora de Justiça Juliana Goulart Ferreira representou o MPSC na sessão, que ocorreu na última quarta-feira (17/4).

De acordo com denúncia, na madrugada de 6 de outubro de 2022, o réu estava na casa da ex-companheira sozinho com a filha dela. Na oportunidade, a vítima foi até a casa e disse que contaria para a ex-mulher do réu que ele teria um relacionamento com a adolescente.

Nesse momento, ocorreram agressões entre os três. A adolescente desferiu golpes com uma vassoura contra o homem e o réu apertou o pescoço dele até a morte. Depois disso, ele enrolou o corpo num lençol e, com o auxílio da adolescente, colocou o cadáver dentro do carro da ex-companheira e o levou para um local desconhecido. O corpo nunca foi localizado.

Cabe recurso da sentença, mas a Justiça negou ao réu o direito de recorrer em liberdade e ele segue preso preventivamente. Com relação à adolescente, ela cumpriu medida socioeducativa de internação por quase seis meses, mas hoje está em liberdade assistida.

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta