Ao vivo Rádio Atual FM
17.1 C
Concórdia

Seguradora terá de indenizar família após morte por afogamento no interior de Piratuba

Concórdia – O Tribunal de Justiça do Estado confirmou a obrigação de uma seguradora em pagar indenização por morte decorrente de afogamento em 2013, fato registrado no Rio Uruguai na divisa entre Santa Catarina com o Rio Grande do Sul. A ação judicial foi ingressada pelos advogados, Norah Pezzin e Dirceu Rizelo.
As vítimas eram de Marcelino Ramos, mas moravam em Concórdia.
A empresa alegou atraso no pagamento das parcelas do contrato, firmado em 2010. Após o óbito, em 2014, os pais do falecido encaminharam documentos à instituição bancária em busca da indenização. A ordem não foi atendida após informação do banco de que a apólice aguardava cancelamento por ausência de pagamento do seguro.
No entendimento do TJSC o atraso ou a falha no pagamento de uma ou mais parcelas não acarreta automaticamente a rescisão contratual. Nesse sentido, decidiu pelo pagamento da indenização. A tragédia ocorreu dezembro de 2013. Um barco em que seis pessoas estavam afundou e duas pessoas desapareceram.

Buscam foram feitas na época para resgatar os corpos desaparecidos no Rio Uruguai
Buscam foram feitas na época para resgatar os corpos desaparecidos no Rio Uruguai

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta