Ao vivo Rádio Atual FM
17.9 C
Concórdia

TJSC nega recurso e levará acusado de envolvimento no assassinato de mãe e filha a júri popular

Arabutã – O Tribunal de Justiça de Santa Catarina manteve a decisão de primeira instância que leva o réu Genoir Dannenhauer, ao julgamento através de júri popular. O crime ocorreu em Linha Guaraipo, interior de Arabutã em março de 2016. Mãe e filha foram executadas com disparos de arma de fogo.
Genoir Dannenhauer está preso em Chapecó e o outro suposto envolvido nos assassinatos, Nécio Hoch, está recolhido no Presídio Regional de Concórdia. De acordo com as informações, o Tribunal de Justiça de Santa Catarina decidiu negar provimento ao recurso da defesa do réu e manter o julgamento popular.
A defesa de Genor Danenhauer alegou que ele não teria responsabilidades pela morte de Lisete Lohmann, 41 anos, e Stéfani Lohmann, 10 anos, e que contratou apenas o homicídio de Valdir Dannenhauer, seu pai.
Entende o Ministério Público que a tese não prospera já que a versão apresentada pelo menor teria o objetivo apenas de beneficiar o amigo Genoir. O menor cumpre medida socioeducativa no CASEP disse em depoimento que Genoir não estaria na casa no momento do crime.
O crime ocorreu no dia 30 de março de 2016. Mãe e filha foram executadas com disparos a queima-roupa em um dos quartos da residência. Valdir Dannenhauer conseguiu fugir do local e pedir ajuda. Depois de ficar internado acabou se recuperando.
Dois julgamentos
Nécio Mauro Hoch vai a júri popular no dia 26 de março, segundo as informações na Justiça de Comarca de Ipumirim. Já o julgamento de Genoir Dannenhauer deverá ocorrer em outra data em função do recurso que esteve tramitando em Florianópolis.

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta