Ao vivo Rádio Atual FM
16.8 C
Concórdia

TJSC mantém pena para empresário condenado por duas tentativas de homicídio em Concórdia

Concórdia – O Tribunal de Justiça de Santa Catarina manteve a sentença de primeira instância que condenou um empresário e mais dois matadores de aluguel por duas tentativa de homicídio.

Os três estão presos e devem permanecer cumprindo pena na prisão.

O autor intelectual e empresário conhecido de Concórdia, que ainda foi responsável por entregar as armas aos executores, foi condenado a 11 anos, cinco meses e 26 dias de reclusão. Um dos atiradores, que participou das duas tentativas de homicídio, recebeu a mesma pena.

O terceiro participante do crime, que esteve presente apenas na segunda ação delituosa, foi sentenciado a cinco anos e 10 meses de prisão. Todos em regime fechado e sem direito de recorrer em liberdade.

O júri popular foi realizado em Concórdia no final de janeiro desse ano.

De acordo com a denúncia, o primeiro crime ocorreu na noite de 22 de dezembro de 2021, quando um dos réus chegou de moto na residência da vítima, no interior de Concórdia, e pediu informação sobre o caminho para outra comunidade.

Após a vítima se aproximar e explicar, iniciaram os disparos. Foram cinco tiros que não atingiram o morador.

Ainda de acordo com o Ministério Público, a segunda tentativa ocorreu 13 dias depois, na noite de 4 de janeiro de 2022. A vítima e a esposa se recolhiam da varanda para dentro de casa quando dois homens, escondidos entre as árvores próximas à residência, iniciaram os disparos.

Novamente, nenhum dos 11 tiros acertou o homem. Os atiradores foram presos momentos depois em um matagal onde se esconderam, e contaram sobre a encomenda do crime.

O empresário havia pago R$ 2 mil ao atirador que não teve êxito na primeira tentativa, com a promessa de pagar mais R$ 3 mil após a execução do crime. Foi o mandante quem entregou as armas utilizadas nas duas ocasiões.

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta