Ao vivo Rádio Atual FM
8.3 C
Concórdia

TJSC nega recurso e mantém Cláudia Hoeckler, acusada de matar concordiense em liberdade

SC – A Primeira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina julgou um recurso do Ministério Público do Estado tentando reverter a decisão que concedeu a liberdade de Cláudia Hoeckler, acusada de assassinar o marido em Lacerdópolis.

O crime foi descoberto depois da localização do corpo congelado dentro da residência da casa onde o casal morava. Cláudia alegou que era vítima de violência doméstica.

Por enquanto, Cláudia Hoeckler continuará respondendo em liberação, ela que está em Joaçaba.

A informação foi oficializada pelo advogado de defesa Marco Alencar de Joaçaba. Ele que defende Cláudia e acredita que talvez ela nem seja levada a júri popular. O caso ainda poderá ter desdobramentos nos próximos meses.

Cláudia Hoeckler confessou o crime à Polícia Civil, mas os laudos da Polícia Científica não indicam a causa morte de Valdemir Hoeckler.

Na época, a Polícia Civil indicou que Cláudia teria dado um medicamento para a vítima que depois teria sido sufocada. O corpo foi amarrado e colocando dentro do freezer da casa onde o casal residia. Depois alguns dias de buscas na mata a situação foi descoberta e o corpo encontrado.

 

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta