Ao vivo Rádio Atual FM
13.5 C
Concórdia

Trabalhadores da CASAN entram em greve nessa quarta-feira, dia 22

Estado – Os trabalhadores e trabalhadoras da Casan entram em greve nessa quarta-feira, dia 22 de maio, em protesto à retirada de direitos, ameaças, terceirizações e sucateamento da Companhia, por parte da diretoria da Casan.

Há um déficit de 400 trabalhadores, número da própria Casan, e a diretoria atual não chama os aprovados do concurso público.

O governador Jorginho Mello se comprometeu, através da assinatura de Termo-compromisso, a fortalecer a Casan e utilizá-la como ferramenta para universalização do saneamento no Estado, reduzir as terceirizações e ampliar a contratação de pessoal.

OS TRABALHADORES DENUNCIAM:

  • A má gestão da diretoria da Casan;
  • O processo de sucateamento da empresa;
  • A omissão do governador Jorginho Mello e da direção da Casan em aprovar o PLC 040/23;
  • O não cumprimento da carta-compromisso do governador, por parte da direção da Casan;
  • A tentativa de impor a cláusula da MORDAÇA no nosso representante no Conselho de Administração;
  • Tentativa em contratar, irregularmente, advogado que defende empresas privadas de saneamento, por R$ 355 mil, sem licitação;
  • A não contratação de 400 pessoas via concurso para poder atender bem à população;
  • O processo de adoecimento dos trabalhadores, resultado das famigeradas jornadas de trabalho impostas pela diretoria.

 

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta