Ao vivo Rádio Atual FM
21.5 C
Concórdia

URGENTE: Júri popular de um dos acusados de envolvimento no assassinato de mãe e filha em Arabutã é suspenso

guaraipoConcórdia – A Justiça de Comarca de Ipumirim suspendeu o julgamento de um dos envolvidos no assassinato de mãe e filha em Linha Guaraipo, interior de Arabutã. Estava no banco dos réus nesta segunda-feira, dia 26, Nécio Hock, denunciado pelo Ministério Público como um dos envolvidos no crime brutal.
Segundo as informações, uma das testemunhas chave não compareceu no Fórum da Comarca e, por isso, o júri acabou sendo suspenso por determinação do judiciário. A testemunha, segundo foi apurado, pela reportagem da Atual FM, está doente e não conseguiu participar da sessão do júri. A juíza Marciana Fabris solicitou o atestado médico.
Os denunciados que estavam em Ipumirim para participar da audiência foram novamente conduzidos aos presídios de Concórdia e Chapecó.
A tendência é de que o julgamento ocorra novamente no dia 2 de abril.
Crime ocorreu em 2016
O assassinato de mãe e filha no interior de Arabutã causou uma comoção forte em toda a região. As duas foram assassinadas dentro do quarto do imóvel com disparos a queima roupa. O crime ocorreu no dia 30 de março de 2016, quando Lisete Lohmann e Stéfani Lohmann foi executadas com disparos na cabeça. Três homens foram apontados como participantes do crime, sendo um menor de idade que está recolhido no CASEP em Concórdia.
Valdir Dannenhauer que também estava na casa no momento da ação conseguiu sobreviver depois de ter sido ferido na cabeça. Um dos acusados de envolvimento no crime, Genoir – é filho de Valdir Dannenhauer – que sobreviveu. Genoir é apontado pelo Ministério Público com o responsável por arquitetar o assassinato.
Valdir não morava no imóvel, mas tinha uma relação com Lisete. No dia do crime Valdir, Lisete e Stéfani estavam na casa quando houve a invasão por parte dos acusados.
juri juri1 juri2 juri3
 
 

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta