Ao vivo Rádio Atual FM
9.6 C
Concórdia

Câmara aprova projeto que autoriza o recolhimento de carros abandonados

Concórdia – O abandono de veiculo e carcaças nas ruas tem se tornado uma prática constante em Concórdia. O ato pode ter várias consequências negativas, que vão desde a questão estética da cidade a problemas ligados ao meio ambiente e saúde pública. Até então não havia uma legislação específica para que a Administração Municipal pudesse tomar providências para resolver a situação, mas nesta semana, a Câmara de Vereadores aprovou um projeto que autoriza a prefeitura fazer o recolhimento dos veículos que estão abandonados.
O assunto foi levantado pelo vereador Evandro Pegoraro (PT) ainda no ano passado. Ele fez levantamentos e constatou diversos casos em vias do cetro e bairros do município. Na época fez uma indicação e um anteprojeto com o objetivo de solucionar o problema. Neste começo de ano, o Executivo encaminhou o Projeto de Lei à Câmara, que realizou as duas votações nesta semana, aprovando o projeto por unanimidade. “É uma questão antiga, que estava se tornando rotineira. Havia a necessidade de uma providência. Agora será possível fazer a retirada dos veículos, caso os proprietários não se manifestarem”, destacou Pegoraro.
O vereador explica que o processo de retirada passará por algumas etapas. “Inicialmente será feita a identificação do proprietário e a posterior notificação. Caso não for encontrado o responsável, o veículo será adesivado com um comunicado. Se não houver nenhuma manifestação depois de um prazo de sete dias, o veículo é recolhido. Aguarda-se mais 90 dias, ser não houver a procura, o bem irá para leilão”, explicou Pegoraro, ressaltando que o valor arrecadado é destinado ao pagamento das despesas do recolhimento e depósito. Caso sobre algo, o valor fica com o município.
O empenho e a persistência de Pegoraro rendeu elogio do colega Arlan Guliani (PT). “Esse projeto vem de encontro a uma série de questões que afetam o município, como problemas ambientais e de saúde pública, com a proliferação de doenças, principalmente neste momento de preocupação com a dengue, zika e chikungunya”, destacou o vereador.

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta