Ao vivo Rádio Atual FM
17.5 C
Concórdia

Dupla acusada de homicídio em Irani é condenada a 30 anos de cadeia em julgamento popular

Concórdia – A dupla acusada de praticar homicídio contra Lucas Funini foi condenada durante julgamento popular realizado nesta sexta-feira, dia 7, em Concórdia. Juntando as penas, a sentença chega a 30 anos de reclusão. Segundo as informações, Gustavo Kobryn terá que cumprir a pena de 12 anos de cadeia, enquanto Rudimar Domingos terá que cumprir 18 anos.
Ainda de acordo com a decisão, a pena terá que ser cumprida no regime inicial fechado. Todos os agravantes apresentados pelo Ministério Público foram acatados pelo corpo de jurados. Rudimar estava preso desde dezembro de 2015 e o Gustavo desde abril de 2016. Os dois permanecerão recolhidos no Presídio Regional de Concórdia.
Conforme consta na denúncia, o crime ocorreu por motive torpe e impossibilitando a defesa da vítima. Lucas Funini foi assassinado com vários golpes de facão na cabeça por volta das 23h30 do dia 27 de novembro no bairro Alto Irani, próximo da BR-153. A vítima estava bebendo cerveja em um bar quando foi atingido pelos golpes mortais.
A suspeita é de que a dupla teria assassinado o jovem por vingança, já que Funini teria se envolvido quando era menor de idade na morte do irmão dos autores. Os golpes atingiram a face da vítima que teve morte instantânea. A PM de Irani chegou a fazer buscas na residência dos suspeitos em Irani no dia do crime, porém eles abandonaram os imóveis.
 

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta