Ao vivo Rádio Atual FM
13.4 C
Concórdia

Hospital Regional se manifesta sobre relato de mãe de criança morta em Chapecó

Chapecó  – O Hospital Regional do Oeste (HRO) se manifestou oficialmente nesta quarta-feira (18), sobre o relato de uma mãe, após a morte do filho. Conforme a postagem da mulher, após a confirmação da morte do menor, ela teria que esperar por quatro dias para finalmente poder enterrar o filho.

Ainda segundo o relato, isso se deve pelo motivo do HRO não ter funcionários de plantão nos fins de semana. Na nota, a unidade hospitalar explicou que as informações postadas pela mãe nas redes sociais “não correspondem aos fatos”.

Nota:

O Hospital Regional do Oeste esclarece que os procedimentos relativos ao atendimento ao paciente A.M.S.S. seguiram todos os protocolos requeridos. Em razão da gravidade do caso, a criança teve o óbito constatado à 1h05 da manhã da segunda-feira, 16 de maio.

Portanto, as informações postadas pela mãe, K. S., nas redes sociais, ainda no sábado, 14 de maio, conforme as quais seu filho estaria “apodrecendo na cama” e que teria de “sepultar ele só na segunda pq o Hospital Regional não tem um funcionário de plantão nos fins de semana”, não correspondem aos fatos.

Embora o quadro de saúde da criança tenha sido considerado irreversível, o que foi informado exaustivamente aos familiares, o óbito só foi efetivamente confirmado na madrugada da segunda-feira – não se confirmando a alegação de que a criança estaria morta “por 4 dias” antes de ser liberada.

A Direção do HRO manifesta pesar pelo falecimento da criança, ao tempo em que junta-se aos familiares nesse momento de dor, mas sente-se na obrigação de prestar esse esclarecimento público com a finalidade de reforçar o cuidado e o zelo com que os profissionais da instituição tratam pacientes e familiares fragilizados pela doença.

Confira postagem da mãe

 

Participe dos grupos de Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Siga a Atual FM

290,148FãsCurtir
39,789SeguidoresSeguir

Em Alta