Ao vivo Rádio Atual FM
9.4 C
Concórdia

Morte de operário em Piratuba completa um ano com disputa na Justiça do Trabalho

Piratuba – A morte do operário Diego Henrique Chaves completa um ano nesta sexta-feira (15) com uma disputa na Justiça do Trabalho entre a família da vítima e a defesa do proprietário da obra. Chaves morreu eletrocutado em Piratuba em janeiro de 2015 e a família pede na Justiça indenização de R$ 600 mil. Audiências já foram realizadas na Justiça do Trabalho em Concórdia, onde foi protocolada a ação trabalhista.
De acordo com o advogado Júlio César Mattos, que representa a família de Diego Henrique Chaves, está se buscando o reconhecimento do vínculo trabalhista da vítima com o proprietário da construção em que houve o acidente fatal.
O valor da ação é referente à indenização por danos morais à família e indenização pelo tempo trabalhado. “Ele ajudava bastante em casa, inclusive no sustento da família”, ressalta Mattos. O advogado afirma ainda que o pedreiro atuava em más condições de trabalho e que a betoneira que era manuseada pela vítima estava com fio desencapado, provocando a descarga elétrica que matou o funcionário, uma vez que não usava equipamentos de segurança (EPIs).
Por outro lado, a defesa de Gerson Machado contesta vínculo empregatício com a vítima. Segundo os advogados, não há qualquer relação com o vítima. “Gerson Machado se solidariza com a perda da família, contudo, o fato do ora comunicante ser o dono da obra, segundo entendimento exposto na defesa, não lhe imputa qualquer responsabilidade seja solidária ou subsidiária. Ademais, a assertiva de que Gerson era o empregador do falecido Diego é precipitado, uma vez que essa intitulação depende justamente da instrução processual, por isso qualquer afirmação que se faça, ao menos por ora, é mera especulação, com o único propósito de dar repercussão ao caso”, alega a defesa do proprietário da obra.
O acidente
Bombeiros de Piratuba atenderam na tarde do dia 15 de janeiro do ano passado, um caso de vítima de descarga elétrica. Diego Henrique Chaves, 20 anos, natural de Ipira, sofreu choque elétrico no momento em que manuseava betoneira em uma obra na Avenida 18 de Fevereiro, no centro do município, em frente ao cartório. A vítima foi atendida em estado gravíssimo, mas morreu antes mesmo da chegada à Unidade Mista de Saúde. As equipes do Corpo de Bombeiros de Piratuba tiveram muito trabalho para fazer o resgate do jovem, que estava em meio a areia, onde havia corrente elétrica.

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta