Ao vivo Rádio Atual FM
18.3 C
Concórdia

Por atraso em perícia de armas, mais um acusado de explodir caixas em Irani tem revogada a prisão

Irani – O atraso do Instituto Geral de Perícias do Paraná para fazer a perícia em algumas armas apreendidas na cidade de Wenceslau Braz praticamente obrigou a Justiça de Concórdia a revogar a prisão preventiva de mais um dos acusados nas explosões aos caixas eletrônicos de Irani. A decisão foi proferida ontem e favorece o réu Elton do Nascimento, que estava preso no Paraná.
Segundo despacho da juíza Thays Backes Arruda foi destacado que houve a audiência de instrução e julgamento do caso ainda em agosto do ano passado e, passados 10 meses, ainda não há uma data precisa para o início da perícia no armamento apreendido com os suspeitos no Paraná. A intenção é saber se alguma das armas teria sido utilizada em Irani, onde os criminosos promoveram verdadeiro terrorismo ao explodir os caixas do Santander e Banco do Brasil.
Respondem ao crime os réus Rodrigo Antonio Sieg, Adriel Rebelo, Dasiel Schneider de Oliveira e Elton do Nascimento. Dasiel e Adriel também estão em liberdade. Elton, apesar de receber a revogação da prisão, seguirá preso, pois responde a outros processos no Paraná.
 

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta