Ao vivo Rádio Atual FM
11.8 C
Concórdia

Prefeitura de Concórdia suspende licitação para "ativar" Unidade de Pronto Atendimento

Concórdia – A Prefeitura de Concórdia suspendeu a licitação para contratação de empresa que faria a gestão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Concórdia. A decisão foi tomada nessa semana depois que uma empresa acabou verificando alguns “vícios” no Edital e protocolou uma contestação junto a Comissão de Licitação.
Outra preocupação ainda é referente ao custo para colocar em funcionamento da Unidade de Pronto Atendimento que iria atender 24 horas a população de Concórdia. Além de garantir o funcionamento, a UPA também iria desafogar os atendimentos no Pronto Socorro do Hospital São Francisco de Concórdia.
Nessa semana, o prefeito Rogério Pacheco já havia adiantado que iria analisar a situação envolvendo a UPA, já que no seu entendimento a antiga administração “atropelou” todo o processo de abertura. Ainda no Governo do Partido dos Trabalhadores houve a abertura de licitação visando contratar empresa na área da saúde para realizar os atendimentos.
Conforme previa a licitação as empresas interessadas teriam que apresentar suas propostas até o dia 9 de janeiro. A intenção era pagar à empresa R$ 583 mil, através de recursos da Prefeitura e Ministério da Saúde para fazer toda a gestão da UPA. O investimento na construção foi superior a R$ 2 milhões.

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta