Ao vivo Rádio Atual FM
19.4 C
Concórdia

PT e PL também podem perder vereadores na janela de transferência em Concórdia

Concórdia – As articulações políticas em Concórdia estão agitadas nos últimos dias, com o prazo da janela partidária se encerrando nesta sexta-feira, dia 5. Vereadores do município têm aproveitado esse período para mudanças de partido, visando possíveis alianças e estratégias para as eleições municipais deste ano.

Entre os que já confirmaram mudanças, está o vereador Vilmar Comassetto, que deixou o PDT para se filiar ao PCdoB. Comassetto anunciou sua saída da antiga sigla e oficializou sua pré-candidatura pelo novo partido, buscando novos rumos para sua atuação política.

Outra mudança foi a da vereadora Lenir Comin, que trocou o PSDB pelo PSD, partido do atual prefeito Rogério Pacheco e do pré-candidato a prefeito Fabiano Caitano.

Enquanto isso, o cenário político ainda se mostra incerto para o vereador e presidente da Câmara de Vereadores, Fábio Ferri. Ele está articulando uma possível filiação ao MDB de Concórdia, o que significaria deixar o PL.

A decisão ainda está em discussão interna pelo MDB, deixando em aberto o desfecho dessa possível mudança de Fábio Ferri.

No Partido dos Trabalhadores (PT), também há rumores de mudanças. Margarete Poletto e André Rizello estão avaliando o cenário político e não descartam a possibilidade de deixarem suas atuais siglas.

Nas últimas horas, ambos estiveram em conversas com lideranças de outras siglas, como PSD e PP, indicando uma possível movimentação de alianças para o pleito eleitoral.

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta