Ao vivo Rádio Atual FM
17.5 C
Concórdia

Suspeito de assassinar esposa em Chapecó fica calado durante depoimento

policia-suspeito-de-assassinar-esposa-em-chapeco-fica-calado-durante-depoimento-2Chapecó – O empresário de Chapecó, suspeito de matar a mulher e esconder o corpo em um armário, optou por permanecer em silêncio, segundo o delegado responsável pelo caso, Rodrigo Moura.
Ele explicou que formalmente o depoimento foi tomado na sexta-feira, dia 7, quando o suspeito, Pedro Fávero, de 39 anos, se apresentou às 7h30 na Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso, em Chapecó.
Marido prestou depoimento no dia em que se apresentou à polícia (Foto: Reprodução/Facebook)
Pedro está detido preventivamente desde a última sexta-feira no Presídio Regional de Chapecó. O delegado espera concluir o inquérito até a próxima sexta, dia 14.
“Estamos aguardando os laudos periciais e devemos ouvir maus uma ou duas testemunhas para reforçar as provas, mas nada que vá mudar o panorama”, informou o delegado.
A polícia estima que a empresária Fabiana Diavan Favero, de 37 anos, foi morta por volta das 18 horas de terça-feira passada, dia 4, por golpes de faca de cozinha no tórax e no pescoço. Mas só foi encontrada por familiares próximo do meio-dia de do dia seguinte, num armário onde o suspeito guardava armas.
As câmeras de vigilância do prédio onde o casal morava mostram que Pedro Fávero saiu do apartamento por volta das 19h. Ele foi até o estacionamento de carros que o casal tinha próximo ao aeroporto de Chapecó, pegou um carro de um cliente e fugiu em direção ao Paraguai. Durante o trajeto teve um acidente no Paraná, mas conseguiu fugir até o país vizinho.
A Polícia Civil conseguiu o contato dele e, depois de uma negociação de 30 horas, convenceu-o a se apresentar. Ele pegou um ônibus em Foz do Iguaçu e foi monitorado até sua chegada em Chapecó. (Diário Catarinense)

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta