Ao vivo Rádio Atual FM
15 C
Concórdia

Tapa buraco na SC-283 é finalizado e outras obras aguardam análises

Região – Gilberto Ari Tomasi, o coordenador regional de Infraestrutura Oeste da Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE), confirmou que as obras de tapa buraco na SC-283, no trecho entre Arvoredo e Arabutã, foram concluídas.

O investimento total foi de cerca de R$ 250 mil. O coordenador explicou que os trechos Arvoredo a Seara e de Seara a Arabutã foram executados pela regional Oeste, pois não contam com ordens de serviços para recuperação destes trechos.

Nos trechos de Chapecó a Arvoredo e de Arabutã a Concórdia, as empresas responsáveis pelas obras de recuperação é que executaram os tapa buracos. As condições da SC-283 pioraram nos últimos dias pelo excesso de chuvas registradas, a intensa movimentação dos veículos pesados e a falta de manutenção prévia. Conforme Tomasi, o tapa buraco é uma medida paliativa e que vai garantir uma condição melhor de trafegabilidade, mas que não resolverá o problema da SC.

Recuperação de outras rodovias SCs

Tomasi afirmou também que na regional Oeste há atualmente projeto para obras de fresagem descontínua em cinco trechos, sendo que estão aguardando as análises pelo governo estadual. Uma obra será na SC-480, de Chapecó ao Rio Grande do Sul, obra orçada em R$ 6,7 milhões. Já outra é a SC-479, de Ipuaçu a Entre Rios, ao custo de R$ 4,8 milhões. E a SC-155 foi dividida em três lotes, somando R$ 20 milhões: de Xanxerê a Xavantina, Xavantina a Seara, e de Seara a Itá.

Conforme norma do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), fresagem descontínua é aquela aplicada em áreas descontínuas, e de comprimentos e larguras variáveis, podendo atingir a largura total de uma ou mais faixas de tráfego.

Quanto às intervenções para remendos menores, são indicados equipamentos de pequeno e médio porte. Em casos em que a fresagem não atinge a largura total da pista, se deve observar o desnível longitudinal de vias. Coordenadoria de Infraestrutura Oeste.

A coordenadoria regional de Infraestrutura Oeste engloba 38 municípios e atende cerca de  850 quilômetros de rodovias estaduais, com os serviços de manutenção e conservação de rodovias. Tomasi explicou que o contrato atual para conservas das rodovias expirou e uma nova licitação – no valor de R$ 110 milhões – está em andamento. Neste contrato estão previstos serviços de manutenção, tapa buraco, sinalização, pintura e roçada de SCs na jurisdição da regional Oeste.

Agora, uma diferença, explicou Tomasi, é que o contrato antigo era executado apenas por uma empresa, mas agora a nova licitação foi dividida em três eixos (Chapecó, Concórdia e Xanxerê), como forma que obras possam ser executadas simultaneamente em mais de uma rodovia para agilizar os processos. O governo do Estado assinou termo aditivo liberando R$ 3 milhões para a coordenadoria regional Oeste executar obra de conservação até a nova licitação ser concluída. (Por: Diário do Iguaçu)

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta