Ao vivo Rádio Atual FM
4.4 C
Concórdia

Cronologia dos fatos: Atual FM conta os detalhes da tentativa de homicídio contra agricultor em Linha Rui Barbosa, interior de Concórdia

Concórdia – O jornalismo da Atual FM teve acesso com exclusividade à denúncia do Promotor Luís Otávio Tonial sobre a tentativa de homicídio envolvendo um agricultor na comunidade de Linha Rui Barbosa. Foram dois crimes contra a mesma vítima, um praticado em 22 de dezembro de 2021 e outro em 4 de janeiro de 2022. 
A partir de agora, o jornalismo da Atual FM faz a cronologia dos fatos:
Dia 22 de dezembro de 2021
– No dia 22 de dezembro de 2021, uma quarta-feira, por volta das 21h45, o denunciado de iniciais E.G. tentou matar a vítima por disparos de arma de fogo. O crime foi praticado a mando de M.R. 
– Na ocasião, foram efetuados ao menos cinco disparos, mas devido a má pontaria, nenhum dos tiros acertou a vítima, que se refugiu para dentro de sua casa. Para o crime, a arma usada foi repassada ao atirador por M.R. 
– O valor pago antecipado foi de R$ 2 mil com a promessa de pagar mais R$ 3 mil caso E.G. obtivesse êxito em matar a vítima. O autor chegou na casa da vítima alegando que necessitava de informações sobre uma determinada estrada, atacando a vítima com os disparos. 
Dia 4 de janeiro de 2022
– No dia 4 de janeiro de 2022, uma terça-feira, por volta das 20h, no mesmo lugar, E.G., acompanhado de D.R.W., armados com dois revólveres, sendo um calibre 32 e outro 38, novamente a mando de M.R., tentaram matar a mesma vítima. 
– Mais uma vez, por erro de pontaria, os disparos não acertaram a vítima que correu para dentro de casa para se proteger. 
– As duas armas usadas no crime foram fornecidas pelo mandante, M.R.,que tinha conhecimento da participação de um terceiro criminosos para executar o plano. 
– O segundo matador, que não participou da primeira tentativa, receberia R$ 500,00 para auxiliar na empreitada criminosa. 
– Escondidos em meio às árvores, durante o período noturno, os criminosos atiraram contra a vítima no momento em que ela estava na varanda do imóvel. 
– Os crime, segundo o MP, foi motivado por questões patrimoniais envolvendo imóveis pertencentes à vítima e a ex-companheira dele, que é atual esposa do mandante do crime.

Participe dos grupos de Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Siga a Atual FM

290,148FãsCurtir
39,789SeguidoresSeguir

Em Alta