Ao vivo Rádio Atual FM
16.3 C
Concórdia

Ofício será entregue ao governador pedindo o credenciamento do serviço de hemodinâmica no HSF

Concórdia – Um ofício pedindo a reconsideração por parte do governo do Estado para credenciar o serviço de hemodinâmica em Concórdia, será entregue nesta tarde de terça-feira, 25, em Seara, pela Câmara de Vereadores de Concórdia para o governador Raimundo Colombo (PSD).

“A justificativa exposta no debate que tivemos no Legislativo de que Caçador foi credenciado porque fez o pedido antes não é aceitável. Concórdia vem solicitando este serviço pelo Sistema Único de Saúde (SUS) desde 2006, já tem os equipamentos em funcionamento, comprados em parte com dinheiro do próprio dinheiro do Estado, então é justo que a população de Concórdia e região seja atendida aqui”, argumenta o presidente da Câmara de Concórdia, vereador Artêmio Ortigara (PR).

O vereador Jaderson Miguel Prudente (PSD) que vem cobrando o credenciamento com bastante força destaca que apesar das respostas negativas dos últimos meses, a luta para que o atendimento possa ser feito pelo SUS não vai parar.

“Nosso objetivo enquanto lideranças e representantes da comunidade é ser incansável neste trabalho de buscar este atendimento. Nós sabemos da qualidade dos equipamentos, da equipe de médicos e também da necessidade das pessoas que precisam deste procedimento em um momento tão delicado”, destaca.

Atualmente, o serviço de referência em cardiologia para os pacientes de Concórdia é Xanxerê. Ou seja, mesmo com equipamento instalado e equipe médica, o Hospital São Francisco não está credenciado para o atendimento pelo Sistema Único de Saúde. Do total de R$ 2,3 milhões investidos para montar o espaço para as cirurgias de hemodinâmica, R$ 1,2 milhão teve como origem recursos público do próprio governo do Estado.
A cobrança pelo credenciamento tem se acentuado nos últimos meses. Uma comitiva de vereadores concordienses formada por Closmar Zagonel (PMDB), Edno Gonçalves (PDT), Valcir Zanella (PSDB) e Jaderson Miguel (PSD) fez a cobrança pessoalmente ao atual secretário de Estado de Saúde, Vicente Caropreso, que informou que o credenciamento seria para Caçador porque Concórdia não teria atendido exigências.
As informações foram contestadas pelo diretor do Hospital São Francisco, Edio Rosset, em fala na Câmara de Vereadores, no dia 10 de julho. O ofício também terá o apoio da Associação das Câmaras de Vereadores do Alto Uruguai Catarinense (AVAUC), presidida pelo vereador Claiton Casagrande (PR). (Informações e texto ASCOM/Câmara de Vereadores de Concórdia)

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta