Ao vivo Rádio Atual FM
30.2 C
Concórdia

Testemunhas confirmaram que Vaguinaldo iria matar familiares em Concórdia

Concórdia – O advogado Osmar Colpani está aguardando a Polícia Civil concluir o inquérito envolvendo a morte de Vaguinaldo Ribeiro da Silva, executado com três tiros pelo próprio tio no bairro São Cristóvão. O acusado se apresentou dias depois do crime. Dirceu Ribeiro da Silva estava acompanhado do advogado e assumiu a autoria do crime alegando legítima defesa.
De acordo com o advogado, foram interrogadas até o momento pelo menos oito testemunhas. Entre elas estão tios da vítima, mãe, irmãos e primos. Colpani acredita que Dirceu Ribeiro da Silva deverá ser absolvido em um possível julgamento que deve ocorrer através do tribunal popular do júri.
Colpani explica que todos os familiares e testemunhas confirmaram que Vaguinaldo – que é acusado também de matar a namorada no Paraguai, teria vindo para Concórdia para assassinar mais pessoas da família. Entre as vítimas estaria a sua própria mãe, segundo Osmar Colpani.
Para concluir o inquérito, o advogado acredita que faltam apenas alguns exames que foram feitos pelo IGP de Concórdia e foram encaminhados para Florianópolis.

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta