Ao vivo Rádio Atual FM
13.9 C
Concórdia

Reunião na Secretaria de Estado da Administração discute sede própria para a Amauc

Florianópolis –   A Associação dos Municípios do Alto Uruguai Catarinense deu um passo importante para ter nos próximos meses a sua sede própria.

Uma comitiva formada por alguns prefeitos da microrregião e a direção da entidade esteve reunida na Secretaria de Estado da Administração para discutir a concessão de uso de imóvel do Estado para abrigar a Amauc e seus consórcios.

O encontro aconteceu nesta terça-feira, dia 12, em Florianópolis. A conversa foi feita com o secretário de Estado da Administração, Vânio Boing; e com o diretor de Gestão Patrimonial, vinculado à essa pasta, André Luis Toigo Diesel.

A Amauc é uma entidade que vai completar 48 anos em 2024 e é uma das poucas associações municipalistas de Santa Catarina que ainda não tem uma sede própria. O sonho de ter um endereço fixo já vem de muitos anos e mais um passo para essa direção foi dado na terça-feira.

Durante o encontro, representantes do Executivo Estadual expuseram que aguardam aprovação de mudança na Legislação que possibilita o repasse através de concessão de bens imóveis de propriedade do Estado para entidades de cunho privado – a exemplo do que é a Amauc. Essa matéria entrou na Assembleia Legislativa no ano passado e deve ser votada ainda em 2024. Assim que a proposição for referendada pelo parlamento e sancionada pelo governo, inicia-se uma próxima etapa no sentido de formalizar esse pedido.

A audiência com o secretário Boing foi articulada pelo deputado estadual, Altair Silva. Fizeram parte da comitiva da microrregião os prefeitos Edemilson Canale (Seara), Leani Schmitt (Arabutã), Paulo Deitos (Peritiba), Vanderlei Canci (Irani) e Olmir Paulinho Benjamini (Piratuba); mais o vice-prefeito de Arabutã Olgin Metz e o secretário executivo da Amauc, Vanderlei Picinini.

Participe da comunidade no Whatsapp da Atual FM e receba as principais notícias do Oeste Catarinense na palma da sua mão.

*Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp

Notícias Relacionadas

Em Alta